Menina faz sucesso ao contar fim inusitado dos 'Três Porquinhos'

Tamanho da letra
Sábado, 28 de setembro de 2013

Ao juntar suas histórias preferidas, Alana Paulini, de três anos, criou um fim diferente para a história dos 'Três Porquinhos', ao dizer que os animais viraram carne. A narrativa foi registrada e postada na internet pelos pais dela, Udiane Thomae e Marcel Paulini, e em pouco mais de um mês a gravação já ultrapassou 180 mil acessos no canal de Marcel, além de ter sido reproduzido em outros canais

'O lobo queria picar tudo, pegou os três porquinhos, levou para casa e viraram nada. Viraram só carne. Que tristeza né?', diz a menina no vídeo. Uma semana antes, curiosa, Alana perguntou aos pais de onde vinha a carne. “Explicamos que vinha dos animais e no dia da história meu marido tinha feito churrasco de porco. Acho que ela fez uma associação”, diz a mãe, para explicar o fim inusitado da história.

Segundo Udiane, entre as histórias preferidas da menina estão 'João e Maria', 'João e o Pé de Feijão' e 'Os Três Porquinhos'. A família mora em Pinhalzinho, no Oeste catarinense, e foi a mãe quem fez este e outros vídeos da filha. Os avós paternos de Alana moram em outra cidade e foi para que eles estivessem mais próximos da neta que as gravações começaram.

Já a história dos 'Três Porquinhos' foi postada também para que amigos e os alunos de Udiane, professora de Educação Física, pudessem ver. “Foi muito engraçado e muito criativo. Resolvi postar para os amigos verem”, afirmou ela.

Udiane conta que adora filmar a filha Alana (Foto: Udiane Tomae/Arquivo Pessoal)Udiane conta que adora filmar a filha Alana
(Foto: Udiane Tomae/Arquivo Pessoal)

Alana começou a contar histórias muito antes disso, conforme a mãe. No aniversário de um ano, entre os presentes estava um livro que contava a trajetória de um sítio. Foi o presente preferido e com o qual ela começou a inventar as primeiras peripécias, que já incluíam animais, principalmente do sítio. Com dois anos, Alana enfileirava as bonecas e, com um livro nas mãos, contava histórias para elas. Gostou tanto da brincadeira que passou a contar fábulas para todos.

Udiane conta que adora filmar a filha e que, atualmente, é a própria menina quem pede para ser gravada. “A história dos Três Porquinhos foi gravada à noite. Eu estava deitada e ela me contando histórias. Como eu adoro filmar tudo, ela perguntou se eu não ia filmar ela. Ela gosta de aparecer e tirar fotos. É muito vaidosa”, afirma a mãe.

Na história contada por Alana, os três porquinhos viram carne (Foto: Udiane Tomae/Arquivo Pessoal)Na história contada por Alana, os três porquinhos
viram carne (Foto: Udiane Tomae/Arquivo Pessoal)

Outros vídeos
Além do vídeo em que conta a história dos 'Três Porquinhos', situações variadas foram flagradas por Udiane. Em um deles, Alana diz que se transformou em um vampiro e pede, novamente, para que a mãe registre a cena . Em outra gravação, ela tenta falar inglês, pronunciando palavras sem parar.

“E ela faz tudo sério. Na hora que ela fala inglês,  ela acha que sabe falar mesmo”, disse a mãe, que não sabe de onde a filha pode ter escutado palavras em inglês. “Só se na escola, porque a professora é muito boa e ela deve vir com algumas coisas lá”.

Antes de dormir, enquanto a mãe era entrevistada, a pequena interrompeu, pedindo atenção. “Mãe, olha pra mim. Sou eu, a Alana, sua filha. Me dá um abraço?”. Segundo Udiane, a filha é sempre carinhosa e não mede esforços para ser notada.

Entre as provas de amor, está um piquenique surpresa. “Enquanto eu tomava banho, ela pegou tudo que conseguiu alcançar na geladeira, incluindo extrato de tomate e água, e colocou no chão. Depois, ficou me esperando com um livro para contar uma história”, lembra a mãe, orgulhosa e esperando que estas sejam apenas algumas das muitas histórias que Alana ainda deve contar.

Vídeo


Fonte: G 1

Foram encontrados 1427 ítens Visualizando de 1 até 15
[1]   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16